Somos o 9.º A da Escola EBI c/JI Cidade de Castelo Branco. Neste blog, publicaremos os nossos trabalhos realizados no âmbito da disciplina de Área de Projecto.

14
Mar 10

Ninguém tinha sapatos

 

O meu avô paterno chama-se João Inês e nasceu no ano de 1923, em Vale de Figueiras. Naquela altura, ninguém tinha sapatos, logo, todas as crianças andavam descalços. Os seus primeiros sapatos foram-lhe oferecidos aos 7 anos, pelo seu patrão que teve pena de o ver descalço, quando começou a guardar cabras. O meu avô quase nunca os usava, porque, como estava habituado a andar descalço, os sapatos faziam-lhe feridas e foi muito difícil habituar-se aos sapatos. Em sua casa, moravam 9 pessoas: pai, mãe, quatro irmãos e três irmãs. Os seus pais eram agricultores e viviam da produção que a agricultura lhes fornecia. Os amigos ensinavam-lhe a tabuada e a ler e escrever numas pedras, enquanto andavam a guardar cabras. Depois, foi para a escola durante duas semanas e fez a 3ª classe. No ano de 1939, com 16 anos, o meu avô e seus irmãos foram trabalhar para as minas da Panasqueira, onde ficou a trabalhar durante 20 anos. Casou-se aos 23 anos, em 1946, com Etelvina Maria, com quem teve 8 filhos: 4quatro rapazes e quatro raparigas. O meu avô era feliz, trabalhando e trazendo comida para casa, pois a maior preocupação dele era se ninguém passava fome.

 

 

Micael Inês  

publicado por conta-mehistorias às 14:20

Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12

17
18
19
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


arquivos
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO