Somos o 9.º A da Escola EBI c/JI Cidade de Castelo Branco. Neste blog, publicaremos os nossos trabalhos realizados no âmbito da disciplina de Área de Projecto.

14
Mar 10

 

O pão: da sementeira à cozedura
 
A minha avó paterna chama-se Etelvina Maria e nasceu, no ano de 1926, em Vale de Figueiras.
Naquela altura, ninguém tinha sapatos, as crianças andavam descalças.
Sempre trabalhou no campo, mas sabia fazer outras coisas: cozinhava muito bem, fazia croché e renda, lavava a casa e também deitava de comer aos animais.
Era também ela que fazia o pão: semeava-o, ceifava-o, malhava-o, moía a farinha no moinho, amassava a farinha e cozia o pão, para a sua família comer.
Em sua casa moravam 7 pessoas: pai, mãe, quatro raparigas e um rapaz. A sua família foi quem lhe ensinou a fazer a tabuada e a ler e escrever.
Casou-se aos 19 anos, com João Inês. Ela, depois de casada, fazia a vida do campo, a vida doméstica e cuidava dos seus 8 filhos. Era também ela que fazia a roupa para os filhos, pois sabia muito bem fazer croché.
 

 

Micael Ines

 

publicado por conta-mehistorias às 21:45

Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12

17
18
19
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


arquivos
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO