Somos o 9.º A da Escola EBI c/JI Cidade de Castelo Branco. Neste blog, publicaremos os nossos trabalhos realizados no âmbito da disciplina de Área de Projecto.

30
Mai 10

Helena Alves conta, hoje, com um sorriso na cara, como viveu o dia 25 de Abril de 1974.

Com 20 anos, na altura, Helena trabalhava no supermercado Pão de Açúcar. Era seu costume sair e apanhar o autocarro para ir para casa. Nesse dia “não me deixavam sair, fiquei muito assustada, havia muitos militares a impedirem o nosso caminho, nem nos diziam que fazer.”

Conta que ao lado desse supermercado havia uma casa onde morava um padre. “Escondi-me lá dentro, estava muito assustada. Quando o Senhor Padre me viu, riu-se tanto e tentou explicar-me: era o caminho para a liberdade.”

Percebera então que Portugal deixara o regime político até então usado, e passara a ser livre. “Passámos a ser nós próprios.” O feriado nacional até hoje realizado é uma comemoração dessa data e dessa revolução liberalista de 25 de Abril de 1974.

O direito de falar, concordar, pensar, agir, e discordar deixara de ser um “segredo”, uma proibição e, desde então passou a ser um Direito de todos os Homens, “E viva o 25 de Abril”!

 

 

Jéssica Duarte

publicado por conta-mehistorias às 09:35

Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

19
22

25
26
28



arquivos
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO