Somos o 9.º A da Escola EBI c/JI Cidade de Castelo Branco. Neste blog, publicaremos os nossos trabalhos realizados no âmbito da disciplina de Área de Projecto.

21
Fev 10
 
A vida em Foz de Arouce e Lisboa nas décadas de 30 e 40
 
«Chamo-me Maria Rodrigues dos Santos e nasci em Foz de Arouce, concelho de Góis, no ano 1915. Nesse tempo não havia relógios, o sol era o nosso relógio. O meu pai foi para o Brasil, em 1930.
Vivia sem grandes dificuldades, com paz e sossego, mas trabalhava-se de sol a sol. Trabalhei no campo até aos 18 anos, depois em 1930 fui para Lisboa, para casa de uma senhora que estava doente. Fazia-lhe a limpeza a casa e dava-lhe banho. Mas fui despedida por ter pedido aumento.
Fui então para casa de um tio meu e pus um anúncio no jornal a pedir trabalho. Depois fui trabalhar para casa de um senhor polícia, a judar a esposa dele nos trabalhos de casa e dos filhos. Trataram-me muito bem. Ia com eles para todo o lado e lá em casa não faltava de comer. Havia sempre bom peixe e carne. Enquanto lá estive, ganhei 50 escudos por mês. 
Entretanto, tive um namorico com um espanhol, mas durou pouco tempo.

Depois, em 1945, o meu patrão ficou viúvo e, como gostava muito dele e ele de mim, acabámos por casar. Pouco tempo depois tivemos uma filha. Vínhamos de férias a Janeiro de Baixo, onde acabei por ficar a viver, depois de viuvar.»       

 

 

 

Vista parcial da aldeia onde nasci: Foz de Arouce.

 

Aldeia onde costumava passar ferias e onde acabei por ficar a viver: Janeiro de Baixo.
 

 

 

Maria Rodrigues dos Santos
 
Joel Mendes Cortes

   

 

   

 

publicado por conta-mehistorias às 18:51

Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
17
18
19
20

23
24
25
26



arquivos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO