Somos o 9.º A da Escola EBI c/JI Cidade de Castelo Branco. Neste blog, publicaremos os nossos trabalhos realizados no âmbito da disciplina de Área de Projecto.

01
Mar 10

 

A vida em Janeiro de Baixo nas décadas de 30 e 40
            Nasci em Janeiro de Baixo, concelho da Pampilhosa da Serra, distrito de Coimbra, em 1930, e chamo-me Maria Susana Braz.                           Desde os 10 anos que trabalho na agricultura: semear batatas, milho, feijão, hortaliça, entre muitas outras coisas. A minha horta era do outro lado do rio e tinha de se passar de barco, porque não havia ponte.                                                                                                                  Fui para França, em 1939, mas vim embora, em 1940, por causa da guerra.   O meu pai tinha uma taberna. No ano de 1948, foi o ano da fome, só se podia comprar 250 gramas de açúcar por mês e um pão era dividido por quatro pessoas.
As bebidas que se bebiam na taberna do meu pai eram, vinho e aguardente, não havia café (bebida). O pão que vendia na taberna ia buscá-lo ao Esteiro, a pé, e trazia-o à cabeça.  Pagava 25 tostões, mais a comida, a cada mulher que me ajudava na agricultura e nas tarefas de casa.
            Nesses tempos, não havia tempos livre. Trabalhava-se muito e era se queríamos comer!

            Ao domingo, só se trabalhava metade do dia, porque tínhamos que ir à missa e limpar a Igreja. Também tínhamos que regar as nossas hortas e tratar os animais.

 

 Maria Susana Braz

 

 

 

Rio Zêzere, onde passo de barco para ir para a minha horta.
 
 
Povoação onde nasci e onde vivi e vivo: Janeiro de Baixo, concelho da Pampilhosa da Serra, distrito de Coimbra.                                                                       
 
Evandro Breia
publicado por conta-mehistorias às 18:41

Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12

17
18
19
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


arquivos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO