Somos o 9.º A da Escola EBI c/JI Cidade de Castelo Branco. Neste blog, publicaremos os nossos trabalhos realizados no âmbito da disciplina de Área de Projecto.

07
Mar 10

 

O Reformatório de São Fiel
 
Em 20 de Setembro de 1919, o edifício do extinto Colégio Jesuíta de São Fiel passou a chamar-se Escola Industrial de S. Fiel, para acolher menores corrigíveis colocados pelo Tribunal de Menores.
Em 1920, tinha uma lotação inicial de 59 internados, passando depois para 100, em 1925, quando passou a designar-se Reformatório, nome que se irá manter até 1962. Nesse ano, passa a denominar-se por Instituto de Reeducação de S. Fiel.
Dentro deste edifício, havia liberdade da prática dos actos religiosos da sua devoção, podendo, por isso, frequentar a igreja próxima.
Neste Instituto, ministravam a instrução elementar; a aprendizagem oficinal (aprendiam uma profissão): formação moral e cívica, para mais tarde estarem preparados para entrar na sociedade e serem bons cidadãos; e promoviam-se actividades recreativas como banda e orfeão.
Naquela altura, muitos alunos vieram a dedicar-se à música e mais tarde forma-se a Banda de S. Fiel (Filarmónica).
Este colégio possuía bons laboratórios, onde se podia estudar ciências. Tinha as oficinas, onde se aprendia uma profissão. E havia enormes propriedades, para aqueles que quisessem trabalhar na agricultura.
Por volta de Outubro de 2003, os alunos que frequentavam o Colégio de S. Fiel foram transferidos para a Tapada da Renda, esta situada no Louriçal do Campo, onde ainda permanecem.
 
Colégio de S. Fiel, antigamente, onde funcionou o Reformatório
 
 
 
Imagem de S. Fiel, nos jardins do antigo Reformatório
 
Tapada da Renda, actual Reformatório.
 
 
 
Evandro Breia
 
publicado por conta-mehistorias às 16:31

Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12

17
18
19
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


arquivos
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO